quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Escritadela e tu como andas?

Pois é ainda por aqui ando.
Em silêncio vou passando pelos blogues, acompanho de longe as novidades, as alegrias e a certeza de que a vida continua. Em silêncio mas quase sempre com algo a dizer e por isso voltei.
É com alegria que dou os parabéns à autora do blogue "asminhaspequenascoisas" pelo bebé :-) é das notícias mais felizes que podemos dar e receber e é verdadeiramente o momento mais lindo que se pode viver. Parabéns futura mamã!

E agora...a ecritadela como está?
Ora bem, estou imensamente feliz com o meu bebé que está a crescer a olhos vistos e parece que foi ontem que ele nasceu. Sinto-me quase em forma apesar de ainda não ter passado um ano desde a gravidez. Embora este quase seja um QUASE bem grande porque poderia estar bem melhor se fizesse exercício...mas isso são outros quinhentos :-D
Estou de uma forma geral realizada na minha pele, sobretudo no papel de mãe onde acho que estou confortável e a sair-me bem (só saberei mesmo quando o meu filho falar, mas até lá acredito que não estou a errar muito :-)).

Mas sinto que a felicidade podia ser ainda maior, porque há sempre algum acontecimento triste que nos deita por momentos para baixo.
Alguém que parte e deixa a saudade e o ter de continuar a vida como se nada tivesse mudado, quando para quem ficou muda tudo embora o mundo pareça continuar igual :-(.
Assuntos chatos para tratar que parece que nos tiram parte da vida e a alegria.
Discussões que por mais que se tente evitar parecem inevitáveis e nos dão uma dor de cabeça enorme.
Dúvidas que nos atormentam às vezes sobre como viver a nossa própria vida porque há demasiadas condicionantes para decidirmos apenas por nós e de acordo com o que queremos. Nestas alturas dava jeito ser apenas e só egoísta.
Enfim, acho que a lista poderia continuar porque estamos no fim do ano e a tendência para fazer um balanço é enorme, mas fico por aqui. Até porque para mim, pessoalmente, o ano de 2016 foi dos melhores anos que poderia ter tido. O meu bebé nasceu e veio juntar-se à nossa vida que faz ainda mais sentido agora. Por isto e sobretudo por isto, o meu balanço é positivo. Não poderia ser de outra forma.
Ouvimos dizer que este ano está a ser dramático pelo número de falecimentos, em diversas áreas, que ocorreram. Mas a verdade é que para muitas famílias, que tiveram os seus bebés este ano, está a ser o ANO maravilhoso que pediram. E a vida também é isto.

E pronto, Um Feliz 2017 para todos!
Cá nos encontraremos, mais ou menos vezes, mas sempre com vontade de escrever e partilhar ;-)

terça-feira, 13 de setembro de 2016

A Polémica e a Vanda Miranda

Já não escrevo há um tempo.
Entre o bebé, o bebé e o bebé não sobra tempo para outras coisas. E que bom que é :-D

Mas hoje vou escrever sobre um tema que anda a despertar todo o tipo de comentários em volta dele. A saída da Vanda Miranda da rádio comercial.
Eu gosto bastante da rádio comercial e claro, gostava também muito da Vanda, como gosto do Pedro Ribeiro e do Vasco Palmeirim (falando apenas dos locutores principais). E a saída da Vanda foi um pouco triste, mas tendo em conta as razões que deu pareceu-me "fácil" de entender e não percebo agora a necessidade que há de fazer disto um drama. A Vanda estava cansada das manhãs, não tinha tempo de qualidade com o filho mais novo e preferiu sair. Ponto.
O drama todo surgiu quando a Vanda, agora na M80, começou a fazer novamente as manhãs, no mesmo horário que fazia antes. As pessoas sentiram-se enganadas e vai daí desatam a desancar nela.
A ser verdade, o motivo da volta da Vanda para as manhãs deveu-se ao facto de ter havido um convite para chefiar a equipa das manhãs na M80. Ora então eu pergunto. Você que está indignado com isto tudo, se tivesse a oportunidade de fazer exactamente o que gosta, o que sempre fez, mas agora numa posição superior, de chefia, ia dizer que não? Não me parece. É que não me parece mesmo.
E pronto era isto.

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

A Mãe já vai...mas o Pai também lá está!

É certo que a mãe é de facto fundamental para o bebé, mas e o pai nisto tudo?
Eu tenho de dizer que o meu bebé tem o melhor pai do mundo. É certo.
Mas o que para mim é ainda mais certo é que o pai é fundamental para o bebé mas é também muito fundamental para a mãe. Eu precisei muito do meu marido quando viemos para casa com o nosso bebé. Viemos para o desconhecido. Viemos com receio mas com muita coragem. Viemos com muita força e vontade de amar aquele ser pequeno mas tão grande. E viemos sobretudo felizes.
Mas os primeiros dias são dias que assustam. Muito choro, muitas dúvidas, muitos medos e muita adrenalina.
E foi principalmente nesses primeiros dias que eu senti o apoio e a força do pai do meu filho. Estávamos os dois no mesmo barco mas era a ele que eu ia buscar mais força porque ele estava mais calmo e mais sereno. Estava mais tranquilo, embora eu imagino como ele estaria por dentro. Eu confesso que tive momentos em que fiquei fragilizada e precisei muito daquele apoio. Acredito mesmo que a minha convicção de hoje, a minha certeza e confiança com que estou com o meu bebé, derivam muito daqueles primeiros momentos em que tive tanto apoio. E conseguimos fazer tudo tranquilos na medida do possível.
Por isso este post é uma homenagem a ele, ao pai do meu filho, ao meu marido, ao meu amor. Estamos juntos neste que é o nosso melhor e maior feito, a nossa alegria, a nossa vida.
Obrigada meu amor.

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Um país a arder...

Um país tão lindo como o nosso a arder...
É tão triste que nem sei o que dizer.
Resta-nos ter esperança que seja possível salvar grande parte.
Muita força a quem está a passar por isto e também aos bombeiros que tanto têm feito.

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

E depois do bebé...para quando praia?

Pois é eu perguntava-me quando iria voltar à praia depois de ter o bebé. Foi esta semana
Já sentia falta...estes ares fazem muito bem para o corpo e para a alma. O pequenino ainda tem de ficar na sombra e todo protegido, mas a mamã já pode apanhar sol e ainda bem. Estou bem. Sinto-me bem.
Bom dia a todos cheio de sol.

domingo, 31 de julho de 2016

Viagens a trabalho...esse bicho!

As viagens a trabalho por um lado são boas mas por outro não.
São boas porque se for para um sítio novo enriquece. São boas porque se respira novos ares. São boas porque apesar de ser a trabalho quebram a rotina do dia a dia.
Mas por outro lado significa deixar a família por uns dias, em alguns casos semanas e noutros bem piores meses. Significa deixar o filho pequeno. Significa deixar uma esposa saudosa. Enfim significa um sem número de situações e preocupações que sem a viagem não existiam.
Mas às vezes tem de ser.
E por isso temos de ser fortes e esperar que passe rápido.
Até já meu amor.

terça-feira, 19 de julho de 2016

O bebé e o gato

Quem tem gatos e está grávida pela primeira vez deve pensar muitas vezes e agora como vai ser?
Pela minha experiência posso dizer que pode ser um processo muito pacífico para o bebé e para o gatinho. No primeiro dia do bebé em casa o meu gato estava muito stressado, sempre a tentar perceber o que se estava a passar e a tentar chegar ao bebé quando ele chorava. E miava muito. Depois o miar passou e ficou só a curiosidade. O gato queria ver, cheirar e estar perto. Não era sempre, só muito de vez em quando ele mostrava este interesse, mas nós deixavamos que ele se aproximasse um bocadinho sempre com a nossa supervisão e correu bem.
Hoje em dia o gatinho anda na vida dele e as mudanças cá em casa não o afectaram muito. O segredo é tentar, na medida do possível, que tudo seja como antes para ele não sentir muito a diferença :-)

domingo, 17 de julho de 2016

Constança Cordeiro Ferreira

A Constança Cordeiro Ferreira, ou a Fada dos Bebés como é conhecida, é mesmo uma espécie de fada. Li o livro "Os bebés também querem dormir" enquanto estava grávida e reli o último capítulo já depois do meu bebé nascer e posso dizer que me ajudou muito a estar mais tranquila enquanto esperava o meu bebé.
As dúvidas eram muitas mas o que mais me preocupava era se iria saber dar conta do recado, se iria saber quais as necessidades do meu bebé, o porquê dele chorar, dele não dormir...enfim um sem número de preocupações que só aumentam quando o bebé finalmente nasce.
É verdade as dúvidas só aumentam :-) mas também é verdade que não é preciso muito tempo para sabermos responder aos chamados do bebé, para sentirmos confiança em estar com ele e saber tudo o que ele precisa. É mesmo como diz a Constança, o bebé diz-nos o que precisa e nós temos as ferramentas para lhe dar. Eu penso que ter confiança em nós e no nosso instinto é resolver 50% dos problemas, o resto vem com a experiência.
Cada bebé deve ser único, eu só conheço o meu, mas acredito que eles nos dizem tudo, basta só estar atento. E o livro, que aliás recomendo imenso, ajuda muito a estarmos um pouco preparadas para o que aí vem. E onde notei mais foi na questão do colo, a partir do momento em que aceitamos e acreditamos que não há nada melhor que dar colo ao bebé quando ele pede e precisa, ficamos logo mais tranquilas que estamos a fazer o certo. Eu não sou capaz de deixar o meu bebé chorar desconsolado, se o fizesse ia chorar ele e eu, e eu prefiro que estejamos os dois a sorrir :-)
Assim sendo volto a dizer que aconselho a leitura do livro, quer na gravidez quer depois.
Apenas faço um alerta para uma questão: a vontade de chorar sem saber porquê quando o bebé nasce existe e talvez não encontrem ajuda no livro, mas pela minha experiência, é uma fase que passa não se assustem. Há um turbilhão de emoções dentro de nós que tem de sair de alguma forma e chorar é uma delas. E apesar de parecer que estamos tristes ao mesmo tempo que estamos imensamente felizes é normal e faz parte. Não é tristeza, são sentimentos e emoções à flor da pele. E passa. E fica apenas a felicidade de estarmos a cuidar de uma vida com a nossa vida.
:-)

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Campeões!!

Que grande feito este da nossa seleção! Temos muito orgulho nestes jogadores e em toda a envolvente humana que de perto ou de longe esteve com eles. Treinador e todos os técnicos que trabalham com os jogadores. Que Vitória incrível. Parabéns a eles, a nós e ao país inteiro. Esta é a nossa nação valente!!
Obrigado.

sexta-feira, 1 de julho de 2016

Voltei :-)

É verdade eu voltei!
Passou muito tempo, aconteceu muita coisa mas estou de volta para actualizar este cantinho :-)
E quais as novidades perguntam vocês? Pois é, no ano passado, se ainda se lembram, eu casei! Foi tudo de bom!! Foi o casamento que eu e o meu marido queríamos, correu tudo às mil maravilhas, uma festa linda, noivos lindos e convidados felizes :-)
A lua de mel foi espectacular, no paraíso dos paraísos, acho que não podíamos ter feito melhor escolha e correspondeu a todas as expectativas!
Mas a novidade mais linda de todas foi que fomos dois para a lua de mel e voltamos três :-D sim eu voltei grávida!! Claro que quando chegamos não sabíamos mas ainda com pouco tempo ficamos a saber e foi a notícia mais linda que podíamos ter.
A gravidez foi uma calmaria, correu tudo muito bem e o meu menino maravilhoso veio juntar-se a esta família que o ama tanto!
Tenho muito para dizer mas por hoje fico por aqui :-) depois volto para continuar com as novidades. Agora vou continuar a saborear o soninho do meu menino que parece um anjinho.
Até breve.